Você está aqui: Página Inicial > Área de imprensa > Notas à imprensa > 2019 > 03 > Governo brasileiro apoia o reconhecimento de indicado por Juan Guaidó ao BID

Economia

Governo brasileiro apoia o reconhecimento de indicado por Juan Guaidó ao BID

Nota à imprensa

Economista Ricardo Hausmann foi reconhecido hoje como Governador da Venezuela no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
por publicado: 15/03/2019 20h36 última modificação: 15/03/2019 20h36

O governo brasileiro apoia a decisão tomada hoje pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que aprovou uma resolução reconhecendo o economista Ricardo Hausmann como governador do BID para a Venezuela.

Numa votação separada, os representantes – chamados de governadores – da Corporação Interamericana de Investimentos (CII), que é o braço do BID para empréstimos ao setor privado, também aprovaram a indicação de Hausmann, feita por Juan Guaidó, líder da oposição e autoproclamado presidente interino da Venezuela. 

Assim, o BID torna-se a primeira instituição financeira internacional a reconhecer a presidência interina de Juan Guaidó na Venezuela. O BID informou, ainda, que a nomeação de Haussmann tem efeito imediato.

Hausmann, nomeado por Guaidó como seu representante máximo no BID, foi até agora diretor do Centro para o Desenvolvimento Internacional e professor de Economia do Desenvolvimento na Escola de Governo John F. Kennedy da Universidade de Harvard.

Entre 1992 e 1993, trabalhou como ministro do Planeamento do segundo Governo de Carlos Andrés Pérez (1989-1993) e como membro do Diretório do Banco Central da Venezuela. Depois, entre 1994 e 2000, foi economista-chefe do BID.