Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 05 > SPE compara situação macroeconômica do país com ou sem aprovação da Nova Previdência

Economia

SPE compara situação macroeconômica do país com ou sem aprovação da Nova Previdência

Nova previdência

Segundo estudo as principais dificuldades começarão a ser contornadas após aprovação pelo Congresso Nacional
por publicado: 13/05/2019 13h26 última modificação: 13/05/2019 13h48

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia publicou na última semana um material comparando a situação macroeconômica atual do Brasil com um cenário em que a Nova Previdência seja aprovada pelo Congresso Nacional em 2019, considerando uma potência fiscal de R$ 1,1 trilhão.

Os dados indicam que as principais dificuldades encontradas hoje – de crescimento da dívida pública, investimento baixo, desemprego elevado e serviços públicos ineficientes – começariam a ser contornadas após a aprovação.

De acordo com os dados, com a Nova Previdência o endividamento público passa a cair já em 2019 assim como a taxa básica de juros. Ainda com a aprovação da proposta enviada pelo governo, o Produto Interno Bruto (PIB) ganharia um crescimento adicional de 0,4% logo no primeiro ano e cerca de 8 milhões de empregos devem ser criados até 2023.

Confira o material publicado pela SPE: Nova Previdência é justa e favorece os mais pobres (09/05/2019).