Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 06 > Ministério da Economia e OCDE discutem novo relatório sobre o Brasil

Economia

Ministério da Economia e OCDE discutem novo relatório sobre o Brasil

Assuntos internacionais

Início da coleta de dados foi definido em reunião do secretário Marcos Troyjo com o economista-chefe da instituição
por publicado: 12/06/2019 12h07 última modificação: 12/06/2019 13h08

O secretário Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint) do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, recebeu em audiência nesta terça-feira (11/6) o economista-chefe da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para o Brasil, Jens Arnold. Em pauta, o próximo Relatório Econômico da OCDE sobre o Brasil, que deve ser publicado em 2020. 

Ao longo de 2019, a coleta de dados para análise vai acompanhar o processo de reformas feitas pelo Governo Federal e serão avaliadas as políticas de apoio à transformação estrutural da economia brasileira. O trabalho deve contemplar tópicos como políticas de treinamento e qualificação, mercado de trabalho e considerações direcionadas à implementação das reformas. 

A OCDE realiza relatórios econômicos sobre o Brasil com frequência bienal desde 2003. Em sua edição de 2018, o documento apresentou o capítulo usual sobre avaliações e recomendações, incluindo um panorama macroeconômico e a síntese das principais recomendações desenvolvidas no relatório, bem como dois capítulos temáticos: um sobre fortalecimento do investimento e melhora da infraestrutura, outro a respeito do fomento à integração do Brasil na economia mundial. 

Processo de análise

Realizada em interação com o governo brasileiro, a elaboração do documento é coordenada pelo Ministério da Economia, e há previsão de duas missões do Secretariado da OCDE ao Brasil, durante o processo. A primeira será uma missão técnica, com a finalidade de obter informações junto a diferentes órgãos públicos a respeito dos temas abordados. 

Na missão política, a discussão será centrada nas recomendações ao governo brasileiro a serem apresentadas no relatório. Logo depois será feita a discussão da minuta no âmbito do Comitê de Avaliação Econômica e de Desenvolvimento da OCDE (EDRC), quando a delegação do país examinado responde a perguntas e observações dos países membros sobre as recomendações e tópicos desenvolvidos. 

O relatório é publicado após discussão em reunião plenária e aprovação dos países que integram a OCDE.

11/06/2019 - Reunião Secint com Economista-Chefe da OCDE para o Brasil