Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Setembro > Arrecadação federal em agosto supera expectativas pelo terceiro mês consecutivo

Economia

Arrecadação federal em agosto supera expectativas pelo terceiro mês consecutivo

Tributos

Valor recolhido fica 1,9% acima do estimado pelo Prisma Fiscal, sistema que acompanha as projeções do mercado
por publicado: 24/09/2019 15h49 última modificação: 24/09/2019 19h19

Os impostos recolhidos pela Receita Federal do Brasil superaram em 1,9% o estimado pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia (SPE/ME) por meio do Prisma Fiscal – sistema de coleta de expectativas de mercado para acompanhamento da evolução das principais variáveis fiscais brasileiras.  

Os números foram divulgados conjuntamente com as arrecadações tributária e previdenciária federais, na manhã desta terça-feira (24/9), na sede do Ministério da Economia, em Brasília.

É o terceiro mês consecutivo de diferença positiva: em junho ficou 2% acima; e, em julho, 3,3%.  A apresentação dos estudos da SPE foi feita pelo coordenador-geral de Política Fiscal, Bernardo Schettini. 

A superação pelo terceiro mês seguido foi recebida com otimismo, podendo sinalizar que a recuperação da economia está acima da expectativa do próprio mercado. Isso porque o Prisma compila sondagens de opinião realizadas com agentes da economia em relação às perspectivas futuras. 

PIB potencial  

O PIB potencial do segundo trimestre de 2019 foi divulgado também. Assim como no trimestre anterior, o PIB real superou mais uma vez o PIB potencial (em hiato do produto que ficou em -3,5% no período). Ou seja, ainda há espaço para a economia expandir sem que este mesmo crescimento gere pressão inflacionária. 

Por fim, a SPE apresentou a relação entre a arrecadação de IOF e o mercado de crédito com recursos livres. Este último cresceu para as pessoas jurídicas em 14,7% entre julho de 2018 e julho de 2019. Já o mercado de crédito com recursos livres para pessoas físicas aumentou, em um ano, em 22,8%. 

Como a arrecadação de IOF também evoluiu no período, concluiu-se pela relação direta (ou positiva) entre mercado de crédito com recursos livres e arrecadação de IOF.