Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 09 > Sepec lança em Recife a 6ª edição da Mobilização pelo Emprego e Produtividade

Economia

Sepec lança em Recife a 6ª edição da Mobilização pelo Emprego e Produtividade

Competitividade

Objetivo é destravar a economia e acabar com a burocracia no ambiente de negócios
por publicado: 05/09/2019 14h26 última modificação: 05/09/2019 18h32

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME), Carlos Da Costa, lançou nesta quinta-feira (5/9), em Recife (PE), a 6ª edição da Mobilização pelo Emprego e Produtividade. Chamado de Mobiliza Brasil, o programa do governo federal visa destravar a economia do país e proporcionar um ambiente de negócios sem burocracia. A mobilização é realizada pelo ministério em parceira com o Sebrae, governos estaduais e municipais.

Em reunião com prefeitos do estado antes do lançamento, Carlos Da Costa disse que a desburocratização do ambiente de negócio é fundamental para o crescimento econômico do país. "Burocracia, exigências absurdas e normas ultrapassadas têm atrapalhado o país. Precisamos acabar com esses entraves, e dar oportunidade, força e voz ao micro e pequeno empresário," ressaltou.

Durante o lançamento, Carlos Da Costa destacou as experiências bem-sucedidas dos municípios pernambucanos, que mesmo na adversidade se destacam no mercado nacional. "Conhecendo as histórias de algumas cidades daqui, com suas produções de vinho, por exemplo, vejo que Pernambuco sempre foi um celeiro de pensadores liberais, que acreditavam no indivíduo descentralizado, criando a sua empresa, gerando emprego e renda”, destacou.

Carlos Da Costa aproveitou a oportunidade para enfatizar parte dos relatos que ouviu de prefeitos da região. “Tive o prazer de conhecer prefeitos extraordinários, que contaram histórias fantásticas’, contou ele. “No meio do agreste nós temos, por exemplo, a cidade que mais produz ovos no Nordeste. É a terceira que mais produz no Brasil. São 12 milhões de aves que consomem 100 gramas de ração e 200 ml de água por dia, numa região com pouca água com custo logístico altíssimo”.

“Isso comprova que tanto os pequenos quanto os grandes produtores têm uma força extraordinária”, prosseguiu o secretário. “E o nordestino pernambucano tem essa força de transformar a diversidade em oportunidade. Aliás, a adversidade sempre foi na história a grande fonte de desafios para o ser humano", afirmou.

Integração
“Temos que estar integrados pelo empreendedorismo, que está sempre à frente”, disse o prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, presidente da Associação Municipalista de Pernambuco. Ele observou que o segmento hoje é um dos responsáveis pelo desenvolvimento de vários municípios. Como o de Lagoa do Carro, um polo agropecuário, de produção de tapetes e cestaria, além de gastronomia. “Eu espero que a partir das conexões do setor público, o privado e o Sebrae sejam a porta do futuro”, afirmou a prefeita do município, Judite Botafogo.

Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, um dos objetivos da Mobilização pelo Emprego e pela Produtividade é uma forma de ajudar na recuperação da economia do país. “O excesso de regras e normas deixou claro que o Brasil precisa mudar. Regulamentamos demais o país e, por isso, o Sebrae se coloca alinhado ao governo, pois somos uma instituição que tem a confiança da população e é bem avaliada “, acrescentou Melles, lembrando que o programa vai fazer com que haja uma melhora no ambiente de negócios, beneficiando as micro e pequenas empresas, principalmente na desburocratização.