Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 11 > Economia apresenta em São Paulo as medidas para aumentar produtividade e emprego

Economia

Economia apresenta em São Paulo as medidas para aumentar produtividade e emprego

Mobilização

Secretário Da Costa falou sobre as seis propostas que vêm sendo implementadas para destravar o ambiente de negócios
por publicado: 01/11/2019 18h12 última modificação: 01/11/2019 18h13

  31/10/2019 - Palestra de Apresentação - Mobilização pelo Emprego e Produtividade

O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, lançou o programa Mobilização pelo Emprego e Produtividade no estado de São Paulo, nesta quinta-feira (31/10). O estado é o sétimo a receber o programa que tem como objetivo mobilizar governos locais e representantes do setor produtivo, na direção de aprovar políticas públicas que possam simplificar a vida de quem produz e gera emprego.

Durante o evento, Da Costa destacou as seis ações que o governo federal vem desenvolvendo para destravar a produtividade no país. “Temos que viabilizar o aumento da produtividade, competitividade e emprego, por meio da livre iniciativa, do mercado concorrencial, do capital humano e da modernização das empresas”, afirmou.

As seis propostas do governo federal para melhorar o ambiente de negócios no Brasil são o Simplifica, Emprega +, Concorrência para a Prosperidade, PRÓ-Infra, Brasil 4.0 e Prospera MPEs.

Todos esses projetos visam a promover a reconstrução dos mercados, por meio do incentivo à qualificação de mão de obra, à inovação nas empresas e à desburocratização dos processos. “A ideia da mobilização é levar os estados e municípios à simplificação”, observou Da Costa, citando como exemplo modificações nos processos de abertura e fechamento de empresas, nas questões tributárias e trabalhistas.

Para o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, o maior entrave para o ambiente de negócios no país continua sendo a burocracia. “Mas as micro e pequenas empresas não podem perder a confiança, têm que ter credibilidade. Além disso, é preciso o crédito para que possam investir em tecnologia, em redes sociais e aumentar a produtividade”, acrescentou Melles.

Para o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, a iniciativa do Ministério da Economia em parceria com o Sebrae é importante para alcançar todo o país. “O Sebrae vem cumprindo um papel fundamental nos estados e municípios”, afirmou.

Aplicativo Mobiliza Brasil
O encontro em São Paulo, realizado pelo Ministério da Economia em parceria com o Sebrae, reuniu mais de 400 pessoas, entre prefeitos, parlamentares, empresários de pequeno e grande porte. Durante o evento, eles conheceram o aplicativo Mobiliza Brasil, que recebe informações do setor produtivo sobre os problemas que dificultam o ambiente de negócio.

Até o momento, nos estados em que já foi lançado, o aplicativo registrou mais de dez mil contribuições, apontando que 55,7% das pessoas com acesso ao app consideram difícil e caro lidar com a burocracia estatal. Outros 13% avaliam que o governo não ajuda a modernizar as suas empresas, enquanto 12,5% acham que a infraestrutura é precária e gera altos custos.

Já 11,9% não conseguem contratar funcionários que atendam suas necessidades e 6,9% indicam que o mercado onde operam é controlado por algumas poucas empresas.

Iniciado em maio deste ano, o programa Mobilização pelo Emprego e Produtividade já passou por Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Bahia, Mato Grosso e Pernambuco. Os próximos lançamentos do programa estão previstas para ocorrer nos estados de Manaus e Porto Alegre.