Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 04 > Empresas estatais federais registram lucro de R$ 70 bilhões em 2018

Economia

Empresas estatais federais registram lucro de R$ 70 bilhões em 2018

Estatais federais

Entre os cinco maiores grupos estatais, a Petrobras fechou 2018 com o maior lucro, de R$ 27 bilhões
por publicado: 30/04/2019 13h32 última modificação: 30/04/2019 19h19

O Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNDES, Eletrobras e a Petrobras – que representam mais de 96% dos ativos totais e mais de 93% do patrimônio líquido das estatais federais – mantiveram a tendência de alta no lucro e fecharam 2018 com R$ 70 bilhões de ganho. Esse valor representa um aumento de 147% em relação a 2017, quando a rentabilidade foi de R$ 28,3 bilhões.

Entre essas empresas, o maior crescimento verificado foi no Grupo Petrobras, que saiu de um lucro de R$ 377 milhões em 2017 para lucro de R$ 27 bilhões em 2018 (aumento de 6.981,7%).

Os dados constam no 9º Boletim das Estatais , divulgado pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais nesta terça-feira (30/4). Atualmente, o governo federal tem controle direto e indireto de 134 empresas estatais. Em dezembro de 2017, elas eram 146.

Gráfico: Perfil das empresas estatais federais – Controle acionário direto e indireto

perfil_das_empresas_estatais.jpg

Fonte: Boletim das empresas estatais federais – 9º edição, da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais/ME

Redução de pessoal
O boletim também traz dados referentes à redução de pessoal. Em 2018, na comparação com 2017, houve uma redução de 13.434 pessoas no quadro das estatais. As principais reduções ocorreram na Caixa Econômica Federal (2.728 empregados), Correios (2.648) e Banco do Brasil (2.195 empregados).

Parte da redução é resultado da implementação de programas de desligamento voluntário de empregados - PDVs, principal ferramenta de gestão utilizada para a adequação do quadro das estatais. A estimativa de economia na folha de pagamentos é da ordem de R$ 6,93 bilhões.