Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 07 > Troyjo: Acordo Mercosul-UE trará crescimento para o Brasil

Economia

Troyjo: Acordo Mercosul-UE trará crescimento para o Brasil

Comércio Exterior

Na CAE, secretário afirma que Ministério da Economia trouxe política comercial para o coração da política econômica
por publicado: 09/07/2019 23h28 última modificação: 10/07/2019 00h01

A convite da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, o secretário de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint) do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, falou hoje (9/7) por aproximadamente duas horas sobre a política comercial brasileira e o acordo histórico entre o Mercosul e a União Europeia, assinado em Bruxelas (Bélgica), no último dia 28 de junho.

O secretário teve uma fala de abertura e depois respondeu a perguntas dos senadores.

Troyjo destacou que o acordo, negociado durante 20 anos entre os dois blocos, fará o Brasil crescer de forma sustentável.  "Não existe exemplo de sucesso econômico no mundo sem uma maior abertura ao comércio internacional", afirmou.

Terça, 09 de Julho de 2019 Audiência Pública Interativa CAE.

Assinalou, ainda, que casos de sucesso em política econômica andam juntos com a política comercial. "O subdesempenho econômico do Brasil nos últimos 40 anos tem que ver com o fato de termos permanecido um país isolado com baixíssima corrente comercial", declarou.

Por isso, um dos fatores fundamentais para a finalização das negociações do Mercosul com a União Europeia, segundo o secretário, foi a nova constituição do Ministério da Economia no Brasil, que "trouxe a política comercial para o coração da política econômica."

Para Troyjo, a falta de acordos internacionais, com acesso privilegiado a alguns dos grandes mercados do mundo, é parte do peso que o Estado brasileiro deixou sobre os ombros dos empreeendedores. "Nós estamos corrigindo isso" afirmou.

Mas ele alerta que acordos comerciais não são curas para todos os males. "Se não fizermos as reformas, não teremos sucesso. O grande acordo comercial que o Brasil tem que fazer é consigo mesmo", apontou.

Também participaram da audiência pública o secretário de Comércio Exterior, Lucas Ferraz, o subsecretário de Negociações Internacionais da Secretaria de Comércio Exterior, Alexandre Lobo, e o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação do Ministério da Economia, Caio Megale.

 Veja a íntegra da audiência pública:

 


Acordo de Associação Mercosul-União Europeia - Resumo informativo elaborado pelo Governo Brasileiro (04/07/2019)

Resumo informativo elaborado pelo Governo Brasileiro acerca do Acordo de Associação Mercosul-União Europeia.