Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 08 > Ações de inovação e projetos tecnológicos são destaque em evento internacional

Economia

Ações de inovação e projetos tecnológicos são destaque em evento internacional

Competitividade

Secretário Carlos Da Costa apresentou planos do Ministério da Economia para promoção da inovação nas empresas brasileiras
por publicado: 14/08/2019 20h58 última modificação: 14/08/2019 20h58
Secretário Carlos Da Costa durante evento que discutiu propostas de inovação para as empresas brasileiras. Foto: Divulgação

“O país clama por um modelo que permita ao brasileiro inovar e produzir, sem entraves burocráticos”. Com essa afirmativa, o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, abriu sua palestra durante o evento Innovation Summit Brasil 2019 – Rede Nacional das Associações de Inovação e Investimentos RNAII, em Florianópolis, nesta quarta-feira (14/8).

Durante o evento, Da Costa explicou os planos do governo para aumentar a produtividade e a competitividade no Brasil e ressaltou três importantes ações do governo para promover o desenvolvimento econômico: a reforma da Previdência, a redução do tamanho do Estado e a do gasto público, com o programa de desestatização. “Não é para vender as empresas e gastar dinheiro, é vender para reduzir a nossa dívida e o risco Brasil”, disse Da Costa.

O secretário falou, ainda, sobre os desafios à produtividade identificados: “Eles foram agrupados em seis grandes pilares: infraestrutura; competição e regulação; capital humano; funcionamento das empresas; produtividade e modernização e integração à economia global. A Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade possui metas até 2022, baseadas em indicadores globais de desempenho: no Doing Business Index, queremos sair da posição 109° para 50°; e no Global Competitiveness Index, sair da posição 72° para 50°”, concluiu.

Já sobre inovação, o secretário destacou como iniciativas de sucesso que o governo irá desempenhar nos próximos anos o lançamento da Câmara da Indústria 4.0; o protocolo de Madri; o Inovativa Brasil 2019; o Programa StartOut Brasil, que em breve terá mais dois ciclos de fomento de startups; a ampliação do Programa Brasil Mais Produtivo para 300 mil empresas; e o Marco Legal das Start-ups.

Ao final do evento, Da Costa visitou as instalações da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina e conheceu projetos e máquinas para fabricação de hardwares para a indústria.