Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > 10 > Guaranys apresenta na Inglaterra perspectivas de negócios e avanços na regulação econômica do Brasil

Economia

Guaranys apresenta na Inglaterra perspectivas de negócios e avanços na regulação econômica do Brasil

Reformas

Secretário-executivo estará em Londres e na Universidade de Oxford de terça (22/10) a sexta (25/10)
por publicado: 21/10/2019 19h14 última modificação: 21/10/2019 19h14

As novas perspectivas e as oportunidades de negócios no Brasil a partir das reformas em curso serão tema de reunião do secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, com investidores na Embaixada do Brasil em Londres (Inglaterra) nesta terça-feira (22/10). Logo depois, de quarta até sexta-feira (23 a 25/10), ele participa da Conferência Anual da International Network for Delivery of Regulation (INDR), na Universidade de Oxford (Inglaterra).

Saiba maisConfira programação completa do evento

Na Conferência, o secretário-executivo vai abordar os avanços da regulação no Brasil com vistas ao aumento da concorrência e ao estímulo à competitividade da economia brasileira. Como exemplos, ele falará da aprovação da Lei da Liberdade Econômica, de setembro passado, que institui a Análise de Impacto Regulatório para todos os órgãos reguladores do país; e da nova Lei das Agências Reguladoras, sancionada em junho de 2019, que prevê também a adoção da Análise de Resultado (AR) pelas 11 agências.

Sobre a rede
A INDR é uma rede internacional de estudos e pesquisas sobre regulação, baseada no Centro de Estudos Sócio-Jurídicos da Universidade de Oxford, que tem como objetivo discutir e promover o intercâmbio de informações sobre as melhores práticas e modelos regulatórios adotados no mundo a fim de estimular a melhoria da conformidade dos padrões regulatórios e apoiar o crescimento de negócios.

A rede é composta por especialistas no assunto, como Graham Russell, diretor do Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do Reino Unido (BEIS); Christopher Hodges, professor de sistemas de justiça na Universidade de Oxford e membro do Wolfson College; Srikanth Mangalam, presidente do Instituto Público de Gerenciamento de Risco (PRISM), do Canadá; e Hilary Reid Evans, diretora-executiva e ex-diretora da Federação Internacional das Agências de Inspeção (IFIA).

Em agosto passado, o professor Christopher Hodges esteve em Brasília para participar do evento “Modernização da Regulação no Brasil: Perspectiva Internacional e Nacional”, promovido pelo Ministério da Economia e pelo governo britânico, no âmbito do Programa de Facilitação de Comércio, Projeto Prosperity Fund, com o apoio do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Fundação Dom Cabral.